Masahiro Maruyama Eyewear | By The Eyewear

Masahiro Maruyama Eyewear

27 maio 2016,   By ,   0 Comentários

Uma forma nascida do diálogo com a imperfeição.

Para a maioria das pessoas o simples conceito de assimetria, aspereza, ou mesmo a imperfeição são absolutamente inconcebíveis. Vivemos em um mundo dominado pela plasticidade, por tendências da moda ready-made e com pouquíssima individualidade. No entanto, esta falta de diferenciação provou-se perfeita para que o designer japonês Masahiro Maruyama criasse obras de arte em Kawada na prefeitura de Fukuia no Japão.

Desde o lançamento de sua primeira coleção em 2011, o designer apresentou quatro linhas de óculos de sol e grau, todas desenvolvidas a partir do traço do desenho de Masahiro. Partindo dos ‘rafs’ ele criou volume com acetato e metal e deu vida a peças assimétricas, e deslumbrantes.

Eu entrevistei Masahiro durante a feira ótica do Mido, da nossa conversa vale ressaltar as inspirações por trás da coleção de 2016:

A composição por linhas retas. As linhas retas definidas pelos seres humanos formam uma base redonda antes de se tornarem linhas curvas. O design está na simplicidade das linhas retas. Eles dão uma expressão fresca aos óculos e a interpretação varia de pessoa para pessoa. Portanto é uma coleção de obra de arte de uma forma incompleta.

À primeira vista os óculos produzido por Masahiro parecem sóbrios ou mesmo sérios. A paleta de cores é muito discreta e elegante. Muito metal, preto e Bordeaux. A beleza, como dito anteriormente, está nos detalhes que fazem seu projeto destacar-se de todo o resto. Para apreciar seus designs deve-se inclinar, investigar a armação, como se faz em um museu ou uma galeria de arte. Nada deve ser interpretado a distância e seus óculos não podem ser tidos como simples, ou apenas “aquilo”, vão muito além.

Masahiro também trabalha com justaposição de cores e metais no que ele chama de “dentro para fora”. A delicadeza nos lembra, e é citada por ele, como associada à ténica japonês de arranjos florais, a  Ikebana . Mas mais do que simplesmente colocar flores em um recipiente, Ikebana é uma forma de arte disciplinada em que a natureza e a humanidade são reunidas. Contrariamente à ideia do arranjo floral perfeito, no qual a coordenação da cor desempenha um grande papel, Ikebana, muitas vezes enfatiza outras áreas menos exploradas da planta, tais como seus caules e folhas, ou, as imperfeições, dando vida e poesia a elas.

Os óculos de Masahiro são um respiro necessário à nossa cultura apressada, perfeccionista e plástica do Ocidente.

    DEIXE UM COMENTÁRIO







    Já assistiu?
    Tem mais