Guia de Óticas Archives | By The Eyewear
Centro Óptico em Porto Alegre

Quando o assunto é óculos com design exclusivo em Porto Alegre, o Centro Óptico é a referência da vez.

A fama não é a toa: a empresa é capitaneada pela designer de moda Shanna Kulisz ROCHE e por seu pai, Moacir Kulisz, que dedicam atenção especial para a moda eyewear associada a lentes com alta qualidade. “Sempre buscamos um mix de modelos de armações únicas para enxergar bem e com muito charme! Amamos o design das marcas que escolhemos criteriosamente para representar a personalidade de cada um de nossos clientes”, conta a empresária.

Para manter a loja sempre atualizada com as novidades, os profissionais viajam constantemente durante o ano para as principais feiras nos centros europeus, adquirindo linhas exclusivas diretamente de fabricantes. As francesas Anne et Valentin e Caroline Abram e as italianas Look OcchialliGermano Gambini, BLACKFIN e LaMarca são presenças confirmadas nas prateleiras do Centro ÓPTICO – tanto no Centro da cidade e quanto no Moinhos de Vento, charmoso bairro da capital gaúcha. E como o core business da empresa é visual, o vitrinismo nos pontos de venda é um atrativo à parte e recebe dedicação especial. Sempre desenvolvidas por uma designer, as criativas e elaboradas composições das vitrines surpreendem quem passa pela frente.

Endereços:
Rua Luciana Abreu, 475 – Moinhos de Vento
Rua Gal Vitorino, 77 – Centro
Óticas em Lisboa por Mr. Sunglasses

Expert no assunto Portugal, André Oliveira, Editor do Mr. Sunglasses, elegeu as óticas mais trendy e interessantes de Lisboa para quem estiver de malas prontas para ir à capital portuguesa.

 

Olhar de Prata

Avenida Fontes Pereira de Melo 21, 1050-116 Lisboa

Através de uma equipa jovem e dinâmica, destacam- se pela exclusividade de algumas marcas de moda, vanguarda, luxo e pela alta tecnologia dos equipamentos utilizados. Possuem salas privativas com acesso direto para um atendimento mais discreto e exclusivo. Falamos da loja Fontes Pereira de Melo – já com três óticas na capital -, eleita apela sua dimensão e apresentação arrojada e futurista. Já com quatro anos de existência e inserida numa empresa do ramo ótico com 25 anos de existência, foi a primeira ótica “Carl Zeiss Experience” a nível mundial.

M.Oculista.LX

Rua Rodrigues Faria, LX Factory, Edifício I Piso 0 Espaço 0.01D, 1300-501 Lisboa

Com pouco mais de um ano, a M.Oculista.Lx situa-se em Alcântara, na LX Factory. Esta é uma ótica que dá o destaque merecido a marcas independentes como Andy Wolf, Komono, Italia Independent, entre outras. A ótica disponibiliza também consultas de optometria e contatologia. O espaço e a decoração são invulgares, combinando o estilo vintage, com elementos decorativos como o sofá de couro, com o estilo contemporâneo através das peças eyewear.

André Ópticas

Av. da Liberdade 136 A, 1250-146 Lisboa

Localizada no centro de Lisboa, mais precisamente na avenida mais luxuosa de Lisboa no número 136, esta André Ópticas é a flagship da marca. Com 600 metros quadrados, este espaço foi criado a pensar no bem estar dos clientes. Os serviços são variados, desde os habituais serviços clínicos até ao fabrico de óculos por medida. O espaço, inaugurado em 2010, veio redefinir o conceito de ótica e é o culminar de anos de paixão e dedicação a este mundo.

Óptica Príncipe Real

Rua D. Pedro V 75, 1250-093 Lisboa

Situada num bairro histórico da cidade de Lisboa, a Óptica Príncipe Real, é um espaço totalmente dedicado em oferecer óculos de qualidade aos seus clientes, procurando satisfazer as suas necessidades. Para além da vasta oferta de marcas, a óptica oferece ainda coleções exclusivas de criadores alternativos.

Óticas OCR

Rua Ferreira Borges 94 D, 1350-135 Lisboa

Implementada no mercado há mais de 40 anos, pode ser visitada na Praça do Chile, Campo de Ourique, Rua Castilho e Conde Redondo. Italia Independent, Mykita ou Massada são algumas das marcas independentes que podem ser encontradas no seu vasto leque de ofertas. Dispõe ainda da execução de receituário e atendimento personalizado.

Optocentro

Av. António Augusto de Aguiar, 32 C, 1050-016 Lisboa

Constituída em 1984, a Optocentro iniciou a sua atividade comercial no ano de 1985. Hoje, mais do que nunca, a prioridade é o serviço personalizado aos seus clientes no domínio da óptica ocular, incrementando competências técnico-científicas, privilegiando soluções personalizadas e diversificadas entre o compromisso do preço e da qualidade. Têm à disposição uma ampla variedade de armações e óculos de sol, dos clássicos, à moda com as suas tendências retro futuristas, aos exclusivos modelos do luxo e alta ourivesaria. Também disponibiliza uma oferta diferenciada em lentes oftálmicas e lentes de contacto. No âmbito mais técnico, são várias as ofertas de próteses oculares e dispositivos de baixa visão.

Oculista Central da Graça

Rua Penha de França, 41 C, 1170-299 Lisboa

Conhecida por ser uma ótica que aposta na inovação, alta tecnologia e com representação das principais marcas no mercado, a Oculista Central da Graça recebe os seus clientes sempre com as últimas tendências de moda. O seu espaço é amplo e moderno, sempre na perspetiva da inovação e crescimento, que permite que os clientes se sintam como mais um membro da família. Tem uma equipa composta por especialistas de optometria, contactologia, técnicos e comerciais de ótica, distinguidos pelo IAPMEI como PME Líder.

Óptica do Sacramento

Calçada do Sacramento, 14, 1200-394 Lisboa

Na Óptica do Sacramento, uma boutique de luxo no Chiado, reinventam inspirações antigas e preservam a beleza das silhuetas do passado. A maioria dos seus óculos são produzidos à mão, mantendo a exclusividade das edições limitadas. Na loja é possível sentir um magnetismo com a contemporaneidade que, ao mesmo tempo, respeita sempre o melhor dos estilos do passado.

Olhar de Prata

Avenida da Liberdade, 258, 1250-149 Lisboa

Com 177 m2, a Olhar de Prata inaugurou a sua primeira Concept Store dedicada a marcas de luxo. Reconhecida pelo seu extraordinário portefólio e pelas suas marcas exclusivas distintas e irreverentes, possui uma decoração minimalista distribuída por três pisos, dominada pelos tons champanhe e com uma profundidade visual que termina num jardim vertical situado num deck exterior. Nesta nova loja podemos encontrar as suas marcas exclusivas: Shamballa, MAYBACH, Projekt Produkt, Spektre, Karen Walker, Paradis Collection e La Petite Lunette Rouge.

As melhores óticas de NY Parte 2

Voltei de mais uma temporada em NYC, desta vez literalmente vasculhando o que a cidade tem de melhor no quesito eyewear, e como de costume preciso atualizar nosso guide, com as lojas que você não pode deixar de conhecer.

Punto Ottico Humaneyes

Uma vitrine tímida no Upper East esconde segredos dignos de uma galeria de arte. A loja é intimista, a exposição dos produtos é cuidadosamente pensada e super bem ilumiados como em uma galeria. Tudo separado por COR! Também, pudera, as peças que lá estão não são nada menos que peças esculturais. O foco está nas marcas independentes, e em novas apostas. Por lá encontramos, por exemplo: Vava, Jacques Durand, Masahiro Maruyama, Theo, Veronika Wildgruber , dentre alguns outros selecionados a dedo. O atendimento é impecável. Sem pressa, sem baboseiras de formato de rosto e sem usar a palavra “tendência”!

Three Monkeys Eyewear

Super descolada esta loja no Soho foi um achado surpreendente. As peças são bem trendy, e a seleção é enorme. O mais bacana é que tudo fica organizado por shape!!! As marcas que forram as paredes são, por exemplo: 40 million, Komono, Super, Toms e a própria 3 Monkeys. Os valores também são bárbaros, sem contar que fica em uma rua deliciosa.

ArtSee

São dois endereços, um em NYC e um em Miami. A loja já virou sinônimo de bom gosto e exclusividade dentre os #SpecsAddicts. O select vai de LA Eyeworks a Oliver Goldsmith vintage passando por Kirk & Kirk e Blake Kuwahara. São poucas peças, todas super atuais e muitas delas especiais ou numeradas. O atendimento é sublime. Incido esta loja para quem quer uma peça específica e não consegue encontrar ou para quem está em dúvida e quer ver além. Julio vai te ajudar!

Anne Et Valentin 

Adoro entrar nas lojas da Anne et Valentin. Pouquíssimos produtos expostos e atendimento excepcional. Só após um bate papo é que o vendedor começa a mostrar as peças que se encaixam no seu desejo, ou na sua personalidade. Mas não pense que virão aviadores ou pantos. O mix de mercadorias é bem diversificado, com muitos shapes inusitados, metais, acetatos e coes vibrantes. Além de várias peças Anne et Valentin, as lojas também vendem Jean Philippe Joly, Kuboraum, Jacques Marie Mage e Theo.

Guia de óticas em Veneza

“Sempre que descrevo uma cidade estou me referindo a Veneza. Uma vez que as imagens da memória são traduzidas em palavras, as memórias se perdem. Talvez eu tenha medo de perder Veneza. Ou quem sabe ao falar de outras cidades eu já a tenha perdido, pouco a pouco.”Polo, Cidades Invisíveis, Ítalo Calvino

Não existem meias palavras ou emoções incompletas quando se trata de Veneza. Não é uma cidade, é uma experiência. Não é antiga ou moderna, ela é em todo seu esplendor, o presente. Os turistas que por lá passam costumam se dividir entre os que amam e os que odeiam esta cidade cercada por 146 ilhas entrelaçadas por 450 pontes.

Para o poeta Brodsky, Veneza está acima da categoria de cidade, é uma vivência, um universo paralelo, um divisor de águas para quem pode se dar ao luxo de caminhar sem pressa por esta cidade que desconhece o movimento de carros, absorvendo seus ruídos, a melodia dos sinos, seus odores e sua infinita paleta de cores. Por lá não se caminha, se flutua.

Esta cidade, muito aquém da categoria de cidade, por ser ela metade conto de fadas e metade realidade, propicia uma sensação constante de ineditismo e descobertas ao se permitir caminhar e se perder em suas infinitas vielas que se desdobram magicamente. Veneza não é moderna, é eterna. Veneza é simplesmente, Veneza. Já dizia Peggy Guggenheim, uma das maiores e mais fiéis amantes que Veneza já teve:

Presume-se sempre que Veneza é a cidade ideal para uma lua de mel, mas é um erro grave. Viver em Veneza, ou simplesmente visitá-la, significa se apaixonar por ela, e no coração não sobra espaço para mais nada.

Fui tomada por este amor súbito, e é para esta cidade que volto a cada dois anos. Um dos motivos é para reviver a cidade mediante à famosa Bienal de Veneza, que a veste como uma criança que se fantasia para uma apresentação escolar. A cada dois anos me deparo com uma nova cidade, com novos artistas, discussões cada vez mais calorosas, premissas e obras inusitadas. Em meio a toda esta arte, encontro também, minha maior fonte de inspiração: a produção ótica que em Veneza (bem como tudo naquela cidade) é pra lá de especial. Ousaria dizer que há algo na água de Veneza (poluição à parte), porque a criatividade dos designers é aquém do resto do mundo. Se as ruas guardam segredos, então os mais bem escondidos são as óticas que abrigam peças esplendorosas.

Veja uma seleção das melhores óticas de Veneza.

Ottica Urbani

Marco Frezzeria 1280, Venezia
Tel. 041 5224140

A loja data de 1952. Por lá já passaram Hemingway, Vedova, Carlo Scarpa e o cliente mais famoso: Elton John. São os três filhos do original Urbani que hoje gerenciam a loja. Todos os modelos são fabricados à mão em Belluno (centro de produção ótico há 3 horas de Veneza), e todas as peças têm uma coisa em comum: design “irônico”, como diz a própria Fosca Urbani. “Um óculos não pode ser apenas um óculos, deve ser uma peça divertida, atraente e excepcional”. Eis o que o visitante encontrará na Urbani. E tenha certeza que será magnificamente bem atendido pelos Urbanis, verdadeiros venezianos, que como bons italianos, são ótimos contadores de história e bons galanteadores. As peças são produzidas em pequena escala, os desenhos são exclusivos e não há outros pontos de venda que não sejam na loja física ou no e-commerce da marca. O endereço ideal para quem busca exclusividade, bons preços e modelos excêntricos.

Ottica Mantovani

Merceria del Capitello, 4860, 30124 Venezia VE, Itália

A Mantovani inaugurou em 1871 e permanece até hoje no mesmo endereço. Ainda é uma ótica familiar, com produção em Belluno. A designer é a Senhora Carlon (filha do Sr. Carlon, que comprou a ótica nos anos 40). Dentre a clientela estão Peggy Guggenheim nos anos 50 e, mais recentemente, Elton John (amante de Veneza e dos óculos). A predileção da Sra Carlon são os clientes com personalidade e audácia, aptos a provar suas criação assimétricas e brincalhonas. Quem for à loja com tempo poderá visitar o pequeno ‘museu’ nos fundos, onde está um acervo invejável com peças raríssimas que datam do início do século 20.

Ottica Carraro

Calle de la Mandola, 3706, 30124 Venezia VE, Itália

A Carraro é mais moderna e menos exclusiva que as outras óticas venezianas. A marca própria é menos expressiva do que os modelos comerciais que a loja vende. Mas, vale ressaltar que o acetato fosco, que ao olho parece emborrachado, é deslumbrante. São poucos modelos e as coleções não são atualizadas anualmente, mas como todos os modelos “fatto a mano” em Belluno, a qualidade é indiscutível. A Carraro é uma boa dica para homens e mulheres com gostos clássicos, amantes dos modelos redondos e de estampas tartaruga.

Micromega

Calle delle Ostreghe, 2436, 30124 Venezia VE, Itália

Imagine entrar no laboratório de um cientista maluco, aquele personagem verdadeiramente clichê, com um óculos transparente high tech, gadgets, e tudo clean ao seu redor. Esta é a sensação que se tem ao entrar na Micromega, uma ótica uber high tech a poucos passos do Campo de San Stefano. É quase incongruente um lugar tão tecnológico em uma cidade tão antiga. A Micromega é destino para quem quer gastar (muito) para ter uma peça exclusivérrima, e ao mesmo tempo tem personalidade de sobra para bancar modelos que se aproximam mais de protótipos do que peças comerciais. A expertise está na produção de modelos em titânio, chifre de búfalo e bamboo. Mas, a graça não está, digamos, no design das armações. A Micromega trabalha as lentes. Ou seja, cada par de lentes é desenhada e recortada a laser formando desenhos delicados de folhas, formas assimétricas, ou contornos geométricos. As peças são muito leves e extremamente delicadas. São muito interessantes (do ponto de vista da fabricação) mas nem sempre lisonjeiros.

 

Ottica Manuela

Salizzada San Samuele, San Marco, 3145

O mix de peças da Manuela é sublime. A decor é super divertida, você se sente em um closet meio decô rodeado por óculos bem descolados e originais. O mix vai se Io Eyewear a PQ, passando por Saturnino. O forte é o design italiano independente, mas isto não significa que não há espaço para o resto do mundo. O time de vendas é descolado e bem humorado. Vale a visita.

 

Em busca do óculos perfeito em NYC

Amantes de armações bem-vindos a  Nova York!

Nesta cidade elegante (sou suspeita para falar porque sou enlouquecida pelas luzes, promessas e barulhos de Manhattan), e em constante movimento, você encontrará uma seleção de lojas com modelos espetaculares  que vão destacar tudo que você tiver de melhor. Vá com calma, desfile, aproveite, desfrute das armações. A primeira impressão é a que fica, e o que vai sobre seu nariz é seu cartão de visita…por tanto, invista nas armações!

Surreal

Oleg Rabinovich, dono da loja, (sorte sua se conseguir ser atendido por ele), se considera um consultor muito mais que um vendedor. E a Surreal é um espaço curatorial, vitrine para modelos únicos, designers independentes e modelos vintage. Dentre o portfolio estão Kuboraum, Dzimtry Samal, FACE a FACE, Theo e Anne et Valentine. A Surreal lançou recentemente uma linha própria, interessante (não tão fabulosa quanto as demais peças em exposição).

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Yelp

 

 

Selima Optique

Selima Salaun é uma mulher elegante e sensível. Aquelas que ficam sentadas em um canto e te observam, por longos momentos antes de abrir a boca. Ela acredita que os óculos devem ser um reflexo da personalidade, e por isto ela leva muito a sério o momento da escolha. Ela e seu time sentam, conversam, e buscam entender o perfil dos clientes antes de sugerir peças com base nas regras de formatos de rosto, tom de pele, etc etc. Os modelos da linha Selima Optiqe são a prata da casa.

 

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Cortesia da Selima Optique

 

Fabulously Fanny’s

Fanny’s é um parque de diversões. A loja traz uma seleção incrível de peças vintage que datam (algumas) do século 18 e passeiam pela história até chegarmos às peças avant garde. Os óculos não estão expostos como tradicionalmente esperamos, ao contrário dos armários de vidro e prateleiras intocáveis, os óculos moram em armários e gavetas devidamente identificados. Os clientes devem se sentir em casa. São estimulados a sentar e buscar os óculos com calma, fuçando os arquivos, experimentando, enquanto conversam com os funcionários da loja. Vá à Fabulously Fanny’s, mas vá com bastante tempo, vai valer a pena.

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Cortesia da Fabulously Fanny’s

Moscot

Moscot é um ícone de Manhattan. A marca e loja são parte da história da ilha, cujas raízes datam de 1899. Hoje são três lojas em Manhattan e uma linha ótica que conta com best-sellers como The Moscot Originals, Moscot Spirit, e Moscot sun Collections vendidos em lojas ao redor do mundo. O modelo dobrável Moscot Lemtosh virou clássico dentre os hipsters.

 

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Divulgação

 

Facial Index

Ode ao desenho avant-garde. Neste espaço clean, zen, e contemporâneo, que muito se assemelha a um loft está uma joia japonesa em plena Manhattan. A loja traz marcas japonesas todas com design simples (à primeira vista), mas com a tecnologia e caimento dignos do país do sol nascente. Destaque para os acetatos coloridos da marca Spivvy, e os modelos tartaruga esculpidos à mão da Taihachiroh-Kinsei. Os modelos são produzidos em poucas quantidades então a chance de encontrar outro passeando por aí é quase nula.

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Divulgação

 

Morgenthal Frederics

A Morgenthal é uma loja bem nova iorquina. Sempre que entro aqui me sinto de fato em Manhattan. Os atendentes têm fichas com os dados dos clientes e detalhes de suas compras recentes (sofisticado, coisa que não vemos mais por aí). A seleção é muito bem feita, e muitos designers fazem peças exclusivamente para a Morgenthals. O que mais gosto nesta loja é a linha de óculos de chifre de búfalo esculpidos e tingidos à mão. Elegantérrimos.

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Studio Viz

 

Cutler and Gross

O segredo mais bem guardado de Manhattan. Imagine entrar no closet de um #Specsaddict. Sonho, né? A loja do Soho da Cutler é isso. Um closet gigante, com prateleiras que vão até o teto, forradas com óculos, todos separados por cor. A vitrine que dá para a rua não faz jus à grandeza e à delicia que são entrar nesta loja. Aqui estão todos os modelos da Cutler em circulação. Os vendedores são maravilhosos, pacientes, e muito bem treinados na arte de escolher um óculos que seja perfeito para o cliente, e não para bater meta. A pérola da loja fica atrás do caixa. Um museu com os designs dos anos 60 até meados dos anos 90, que não são mais fabricados. Pasme, todos a venda.

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Oleg March

 


Já assistiu?
Tem mais