Linda Farrow Archives | By The Eyewear
Óculos para o Burning Man

Prepare-se para babar na timleline dos seus amigos ‘cool’ a partir do dia 27 de agosto. O Motivo? Caravanas hypadas chegam ao Burning Man.

Se você, como eu, for ficar de fora desta sociedade utópica, diferente e absolutamente paralela, pena, mas, se estiver fazendo as malas, sabia que os specs são o acessório mais importante do seu look. 1) as tempestades de área são fenomenais, 2) porque já que estamos em um ambiente livre de julgamentos, com gente bacanérrima, roupas mezzo Mad Max mezzo Índio, você vai querer entrar de cabeça (e rosto). Tá aqui seu guia de óculos de sol para os dias de curtição no deserto de Black Rock.

Eu estava examinando as últimas edições e tentando descobrir um padrão em eyewear. Eu falhei nisto. No entanto, percebi duas grandes tendências: Steampunk e fantasia/vista-se como você quiser.

Steampunk

Os personagens Steampunk têm muito a ver a vibe geral do festival. Caso não saiba, Steampunk é um sub gênero de Ficção Científica que mistura tecnologia e design do período das máquinas a vapor do início do século XIX. Grande parte da literatura descreve o Steampunk como uma Era pós-apocalíptica. Esta descrição se encaixa perfeitamente com o cenário instaurado na Playa. A maioria das armações ditas Steampunk são redondas, têm proteção lateral e algumas, realmente superam a criatividade e têm lentes de caleidoscópio. Se você curte moto ou escalada seus specs com proteção lateral em couro serão mais que suficientes.

 

 

Faça o que você quiser

O conforto não está claramente em nenhuma das agendas dos viajantes. Você está lá para acampar, tomar pouquíssimos banhos, talvez passar fome e ter uma experiência fantástica. Dito isto, este é o local perfeito para você tirar usar e ousar em todas as suas fantasias. Aproveite para usar aqueles modelos de óculs de sol super diferentes que seus amigos provavelmente não aprovariam se te vissem na rua (tolinhos). Saia da casinha, mesmo.

Máscaras

Se futurismo estiver em pauta e seus looks forem carregados de couro, metais e talvez preto, sugiro olhar para os óculos-máscara.

Love is love

Amor estará no ar. Românticos: vistam estes specs.

Goggles

Você pode sempre usar goggles de neve, ou então comprar um par e estilizar com penas, paetês, correntes e afins. A criatividade é o limite. Embora não sejam a opção mais bacana, com certeza são os modelos mais confortáveis e seguros (lembre-se das tempestades de areia).

Metais e espelho

Lembra daqueles modelos tubulares e vazados dos anos 80 com pegada bem industrial? Então, estão super na vibe do festival.

 

Divirta-se e USE ÓCULOS DE SOL!

Save

Save

Óculos metálicos

O minimalismo voltou?

Pensei bastante antes de escrever este texto. Eu sou favorável ao “mais é mais” e, no entanto, não posso negar que os óculos de metal estão fazendo um retorno ENORME e estão ganhando um espaço bem merecido entre nós amantes dos óculos.

O cenário atual no mundo dos specs é de metal minimal e sem gênero. A nostalgia reina neste meio onde o metal é o novo passe-partout do estilo contemporâneo. O metal é limpo, sofisticado, serve de dia e à noite e é para muitos designers, ‘genderless’. Quão contemporâneo é este debate, hein? O que está em jogo é a forma, seja ela linear, redonda, geométrica ou angular. As cores principais desta temporada são preto, ouro e prata, se for em metal precioso, melhor ainda.

O metal tem uma qualidade interessante porque esconde muito pouco do seu rosto e permite que você faça seu próprio estilo ao redor da armação. O metal é neutro, o metal é duradouro. Dito isto, um grande número de marcas incluíram um ou mais shapes de metal em seu mix nesta temporada. Embora o foco aqui sejam os óculos de receituário, os óculos de sol também participaram deste jogo. E, curiosamente, a maioria das formas se encaixa divinamente bem nos rostos de homens e mulheres.

Arquitetura e arte desempenham um papel importante

A marca francesa Face à Face desenhou um par inspirado nos traços do artista Sol Lewitt, considerado o fundador da arte minimalista e conceitual. Um excelente ponto de partida para nós. Outro par foi desenhado e nomeado em homenagem ao movimento De Stijl que ocorreu na Holanda, conhecido pela “universalidade através da redução dos elementos essenciais de forma e cor, simplificando as composições visuais ao mínimo: verticais e horizontais; reduzindo as cores às essenciais: pretas, brancas e primárias”. A marca espanhola Alfred Kerbs inspirou-se no móbile do artista Alexander Calder, um tipo de escultura em movimento feita com formas delicadamente equilibradas em fios metálicos. O modelo AIRPLANE, tem a leveza de um móbile, a liberdade de um avião, e a maestria de um equilibrista. Lool eyewear, uma marca jovem e promissora baseada em Barcelona, inspira-se na própria cidade para criar desenhos em chapas de aço. Seu design da série Tectônica é um grande exemplo de arquitetura em óculos. “Eles são trabalhados à mão, um por um em um processo técnico preciso, combinando o industrial, o manual, o homem e a máquina. As linhas de design refletem a nossa influência principal, o retrofuturismo infundindo desta forma sua personalidade única para todos e cada um de nossos peças.”

Vintage revisitado e reinterpretado

O metal tem sido usado há mais tempo do que o acetato, portanto, a história imortalizou uma série de figuras importantes usando pequenas e redondas armações metálicas. As marcas contemporâneas sabem disso, e reivindicaram esse traço. Os óculos da LGR eyewear são bem conhecidos por trabalhar desenhos vintage em suas formas modernas e contemporâneas, todas nomeadas em homenagem um país africano, de onde a maior parte da inspiração vem. Os óculos Transvaal são um excelente exemplo de um modelo bem ‘old-school’ trazido para 2017 de uma forma extremamente inteligente e fashion. Bravo! O modelo Driver Seat da nova iorquina Smoke x Mirrors é inspirado na cena do rock da Inglaterra do final da década de 1970. Simples e bacana. Club House do residente de Venice Beach, Garrett Leight, é uma coleção refinada que revisita os clássicos masculinos dos anos 80, mas desta vez, sem gênero.

 

Preciosos

Algumas marcas elevaram o nível trazendo metais preciosos para a discussão, deixando claro que os óculos têm sim qualidade de joia. Linda Farrow criou um aviador sofisticado que de longe parece quase um meio aro. A mistura elegante de titânio japonês com ouro branco equilibra e repagina um clássico do eyewear: o aviador. O Clairaut da Leisure Society é nomeado em homenagem ao astrônomo Alexis Clairaut. Este óculos possui um design de dois tons “óculos dentro do óculos” que é projetado habilmente usando 10 parafusos escondidos. O aspecto distinto do óculos é obtido através da escultura de blocos sólidos de titânio. Titânio 100% puro em prata 12k, ouro 18k, ouro rosa 18k combinados com ponteiras de titânio correspondentes. Individualmente numerados e manualmente produzidos no Japão, este é um exemplo puro de óculos-joia. A edição limitada Concorde, da francêsa Ahlem, é feita de Paládio mergulhado em 3 mícrons de ouro, seja branco, rosa ou amarelo.

 

Se eu estivesse a caminho do Burning Man…

Entre os dias 30 de agosto e 7 de setembro a cidade de Black Rock, no deserto de Nevada, FERVE. E não é só de calor. A cidade é tomada pelo épico e mítico festival cultural que tem em seu cerne a auto expressão, arte, criatividade sem limites e descobertas pessoais .

Mais de 65 mil pessoas se encontram no Burning Man para proclamar e explorar a liberdade e o amor, em suas mais diversas formas. Um pouco Woodstock? Maybe. Mas com muita tecnologia, em um cenário lunar, digamos que no cruzamento entre Mad Max e Alice no País das Maravilhas, com um toque de Priscilla a Rainha do Deserto.

O palco (pois Black Rock vira uma Babel, onde todos querem ver e ser fotografados) abriga os dançarinos New-Age, os hedonistas, os idealistas, os hippies, os junkies e, sim, os fashionistas.

Junte suas plumas, suas camurças, seus couros e se prepare para muito topless. Tudo pode e todos são bem vindos neste cenário que procria e exala inspiração e trocas de todos os tipos.  Neste universo lúdico, sem referências, modismos ou julgamento, nada mais propício que explorar óculos cuja ousadia está traduzida no design.

Separamos algumas peças verdadeiramente magníficas para qualquer ocasião. Mas, sabendo que nem todos têm (ainda) coragem de desfilar estes pares por ruas pacatas e asfaltadas, nada mais propício que fazer um ‘test-drive’ no Burning Man.

“I’m not a virgin anymore!”–yelled by one of our camp-mates as she makes playa angels on the ground once we’re finally let in.

Eu vejo flores

Chegou a primavera! E sabe o que virá de monte? Flores e cores.

Cores, perfumes, leveza e a promessa de um verão delicioso. As passarelas já anunciaram as tendências primavera/verão 2016. Estampas, texturas, artsy, retrô… numa boa… um pot-pourri, porque moda é isto aí, uma mistura e reciclagem constantes.

Óculos enquanto acessório vem acompanhando estas estações, conforme as coleções. Mas por ser um item tão especial, tão desejado e tão marcante, os próprios designers (salvo, claro, as marcas que existem enquanto labels de roupa), se permitem mais flexibilidade criativa e narrativa.

Fracamente acredito em mudanças, e variedade, mas moda enquanto tendência.. não sei não… óculos não sai de moda nunca. Diquinha… não jogue seus modelos ‘antigos’ fora e corra já para a gaveta da vovó e pegue tudo que ela usava quando moçoila!

Inegavelmente a primavera chegou e #flores estão em alta. Separamos os óculos de sol mais divertidos que traduzem este clima delicioso, feminino e casual.


Já assistiu?
Tem mais