Moda Archives | By The Eyewear
Os óculos de sol mais cool da temporada

Chegou o verão, ano novo e não há momento MELHOR para investir em um belo óculos de sol. Quer fechar seu look, e ainda se proteger do sol? Invista em uma peça que seja A SUA CARA, e nesta temporada, o que não falta é variedade. PLAY!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Óculos com lentes espelhadas: sim ou não?

Quer saber se ainda vale a pena investir em um par com lentes espelhadas? Aperte o PLAY!

Verdade seja dita, as espelhadas vieram para ficar! Então não precisa ficar acanhada (ou acanhado) ao escolher um par bem reflexivo na loja. Mas, veja bem, como tudo na vida os modelos evoluíram e as cores mudaram, mas a tendência segue firme e forte! Agora, se quiser saber de fato quais os modelos mais cool e as marcas mais descoladas no quesito espelhadas, aí meu bem, só apertando o play mesmo!

🙂

 

Como usar óculos e make

A especialista em óculos Chantal Goldfinger dá todas as dicas de como combinar o acessório com a maquiagem certa no episódio de estreia do seu programa na TV Vogue.

Dicas fáceis de estilo para quem usa óculos

Mari Flor da Rosa autora do site Closet da Mari ensina como usar óculos de dia e à noite, sem medo, sem preconceito e sem gastar muito. Aperte o PLAY!

Como combinar óculos e acessórios

Nossa especialista Chantal Goldfinger recebe duas convidadas de peso, Barbara Migliori e Luiza Setubal, para solucionar de vez este problema: Mix and match de óculos com acessórios sem perder o charme.

Saturnino Eyewear

Uma viagem ao redor do sol, partindo de Saturno.

É mais ou menos esta a vibe da marca Saturnino Eyewear fundada pelo músico Saturnino Celani, baixista renomado que tem no portfolio shows ao lado de personagens como Jovanotti, Stylophonic, Franco Battiato.

Ao que interessa: roqueiro, cool, fashion e usuário de óculos, vejam vocês. Saturnino ficou conhecido por usar armações bem cool no palco, veja, cool mas não extravagantes como as de Elton John. Flashforward e em 2014 resolveu lançar sua própria coleção, Saturnino Eyewear, que dialoga, e muito bem, com suas duas paixões: música e óculos.

A primeira coleção (que virou carro chefe) é inspirada nos planetas e satélites. Nenhuma armação é discreta, mas ao mesmo tempo não agride o rosto do usuário. O design é sim forte e marcante, mas a beleza está nos detalhes, bem peculiares.

A ponta das hastes, por exemplo (aquela parte que fica atrás da orelha) tem o formato de uma palheta. A ponte é um show à parte. Ao invés de faze-la de acetato, Saturnino usou um fio de guitarra. Cool demais! Alguns modelos têm um acabamento que lembra a textura de um disco de vinil.

Todos os modelos vêm com opções de lentes colorida, um detalhe bem descolado e bastante difundido dentre os músicos, e bandeira levantada aqui no BTE, já que as lentes coloridas são charmosas e podem ser usada durante o dia e à noite. Os modelos são todos unissex. A brincadeira com vermelho matte é um espetáculo, digno de um rock star.

Res Rei

Res Rei, From Italy with love.

Ah quanta poesia! Não preciso nem dizer que com um slogan romântico destes eu já fui flechada pelo cupido.

Morri de amores da primeira vez que vi uma foto da Minerva em turquesa, mas foi só namoro mesmo, infelizmente por motivos múltiplos temos pouco acesso ao infindável mercado ótico no Brasil. Lamentações à parte, vejamos quem é esta marca.

Res Rei é uma marca relativamente jovem (4 anos), com poucos pontos de distribuição. A estratégia por trás da criação e da distribuição é ter tempo suficiente para construir uma identidade e atender a clientes que conhecem a marca e sabem o que buscam nos seus óculos. Não são best-sellers e dificilmente veremos instagram posts com 10 iphones e 10 Res Reis alinhados na mesma mesa das trendsetters que fazem alvoroço no almoço.

O nome deriva do latim e quer dizer “A coisa”. Tudo na produção é italiano até o ultimo detalhe. As coleções tem nomes de imperadores e pesadores. Tudo na marca é bem cult e sofisticado. Não é uma marca comercial ou de fácil digestão, até porque o conceito que norteia as coleções não é seguir padrões, mas atender a identidades pessoais dos usuários. Vou repetir porque é o que mais gosto de fazer: Os óculos não deveriam atender a modismos, mas sim ajudar a criar personalidades INDIVIDUAIS, por favor, saíamos da massa amorfa que certa o mundo ready to-eat-wear-made-do!

O design é extremamente delicado, as cores, embora múltiplas, são escolhidas a dedo para conversar com o nome da ‘família’ seja ela a Minerva ou o imperador Aurélio.

Novidade apresentada no Mido que foi bastante vista em outras marcas é o shape hexagonal e a lente base zero. Muitas marcas apostam no acetato mais leve e em brincadeiras de cor, como esta do Giove com uma linha fininha destacando a lente do corpo da armação.

Res Rei é uma marca que vêm sendo construída devagarzinho, mas com o direcionamento de quem sabe o que faz. Vale olhar de perto e investir em um parzinho, uma coisa eu garanto, você não vai cansar de usar e não vai ver muita gente copiando seu estilo por aí.

EyeRepublic

EyeRepublic é uma revista trimestral publicada na Rússia por Anastásia Blagochevsky, uma verdadeira #SpecsAddict.

A revista é gloriosa, um verdadeiro livro, que trata os óculos como objetos de arte e moda. Na última edição o destaque foi Blake Kuwahara com seus modelos fluidos que buscam inspirações nas formações geológicas dos cânions.

Tive o prazer de bater um papo tête-à-tête com Anastácia. Ela é uma figura linda e escrachada, e absolutamente enlouquecida por óculos, bem como eu. Temos em comum esta paixão e a percepção dos óculos como acessórios de moda e ferramentas para contar histórias.

Divirta-se!

BTE: De onde veio sua paixão por óculos?

AB: Eu fui para neste meio quase que por acaso. Eu trabalhava com vendas, em uma carreira de sucesso. Uma empresa ótica quis me levar aos seu escritório para trabalhar como uma especialista em vendas, e para isto me ofereceram um salário duas vezes maior que o meu, eu fui, sem pensar. Até então era apenas um trabalho, mas tudo mudou quando conheci de perto o Sr. Gros. Foi o Monsieur Thierry Gros, da marca Traction Productions quem mudou minha percepção do mercado. Ele me ensinou a amar cada detalhe dos óculos. Ele cuida da marca dele com o mesmo esmero com que cuida da sua família. Conhece cada fornecedor, memoriza cada design, chama todos pelo nome, pensa e respire design, o tempo todo. Fui seduzida.

BTE: Você foi uma das primeiras pessoas a tratar óculos como objeto de moda, ao invés de dar ênfase puramente à questão de saúde. Em que momento você se deu conta deste shift no Mercado e/ou na percepção do consumidor?

AB: Serio? Não sabia que eu era a única. Eu e você (Chantal) fazemos a mesma coisa. Tratamos de um universo maior que é comportamental, atitudinal. Para mim os óculos e a moda não podem existir separadamente. Os óculos foram inventados para melhorar a visão, mas rapidamente se tornaram acessórios de moda graças a Hollywood, os Beatles, Jacqueline, Kennedy. Mesmo com o avanço da ciência com a invenção das lentes de contato e cirurgias a laser, as armações não perderam seu espaço, pois, têm se tornado acessórios cada vez mais fortes e imponentes. É esta paixão, esta inovação constante, e este desejo, que quero levar aos meus leitores. E fico contente em saber que a aceitação e a popularização do tema tem aumentado rapidamente. Estilistas usam a revista como referência e as pessoas comuns a lêem para se atualizar.

BTE: Quais marcas estão no seu radar, dentre as mais cool e inovadoras?

AB: Eu não faço distinção por valor. Compro apenas óculos cujo design me atrai. Nós russos só conseguimos trabalhar com amor e por amor. Alguns designers roubaram meu coração: Thierry Lasry, Blake Kuwahara, Caroline Abram, Jean-Philippe Joly, Patrick Hoet, Lucas de Stael, Fakoshima. Não posso deixar de citar a russa Rusomania, da qual além de fã, sou uma das donas (publi! Rs)

BTE: Quem você considera influencer na cena ótica?

AB: Somos uma imensa família ótica. É impossível trabalhar com óculos e ficar indiferente. Quase todo mundo que conheço neste negócio é obcecado pelo mercado e dedica toda sua energia e sua vida ao negócio. Talvez sejamos loucos, mas acho que é esta nossa missão. Quero agradecer a todos meus colegas mundo a fora por partilhar deste amor e deste universo.

#JoinTheClub

Pare e olhe para estes óculos Ferragamo

O rejuvenescimento de uma marca

Desde pequena associo a Ferragamo às minhas avós. Senhoras distintas e elegantes que desfilam com sapatos de salto baixo, da mesma cor de suas bolsinhas de mão. As ferragens dos acessórios sempre combinado, e o logo da marca gritando em dourado em todo e qualquer detalhe. Sempre me imaginei usando aquele uniforme quando chegasse a hora certa.

Inesperadamente surgiu este editorial com uma marca que eu respeito, mas até então enxergava apenas como uma necessidade futura. Fui vasculhar as criações da Ferragamo com outros olhos. Como uma criança curiosa que invade uma biblioteca à noite. Engoli seco todos os preconceitos que durante anos havia criado. A marca mudou e eu não havia percebido.

A marca se reinventou, rejuvenesceu, e trouxe seus elementos icônicos às páginas de moda como moda atual, e não mais voltada às classudas senhoras italianas. Esta ousadia está nítida na coleção de eyewear. O design deixa claro que a marca é tradicional, não vão ousar a aplicar lentes espelhadas ou usar impressão 3D, ainda. Os contornos vintage, os ovais, hexágonos e oversides estão todos lá. O branco, tão chique nos anos 70 voltou, a lente dégradée idem. Mas a beleza está na harmonia dos detalhes, nos acetatos de três tons, no uso do ébano, e principalmente na brincadeira de aplicar o logo dourado nas hastes ora por inteiro, ora recortado. São vestígios de um legado.

A coleção SS2016 é feminina e sofisticada. Se engana quem acha que Ferragamo não é atual e que estes óculos não podem ser misturados com looks despojados nos corpos de jovens fashionistas. A marca se desprendeu dos sapatos que a deram fama, e passou a explorar com perfeição, a moda, sempre com uma lupa que tem no passado, e na própria história da Ferragamo, seu porto seguro.

O ensaio a seguir visa explorar esta jovialidade que hoje a marca está explorando tão bem. Eu mesma deixei minhas concepções em casa e vesti meu Ferragamo, e uso-o sem o menor pudor e sem medo de parecer antiquada.

***Promoção encerrada***

Parabéns para a gata sortuda, Tatiana Fischer! Aproveite muito seu carnaval a bordo do seu modelo “camaleão”, Ferragamo!

xoxo

Junto com a Marchon Brasil armamos uma ação top!

Para participar basta responder, aqui mesmo, na seção LEAVE A REPLY, quais detalhes da coleção nova de óculos da Ferragamo mais chamam a sua atenção. O autor da melhor resposta vai poder desfilar com um lançamento da Ferragamo para fazer bonito e marcar presença por onde passar. O resultado sai dia 5 de fevereiro aqui mesmo.

Veja o regulamento neste link.

Siga a Marchon no Instagram e no Facebook para ficar por dentro das novidades.

Detalhes

Olhar: Tatiana Viana (@tativiana1)

Modelo: Cris Rudge (@crosrudge)

Looks: Salvatore Ferragamo (@ferragamo)

Cenário: Flagship Ferragamo Iguatemi São Paulo

Quer entrar para o universo do Valentino?

A sofisticação da Valentino vista pelos olhos de uma mulher contemporânea.

Valentino virou sinônimo de elegância. Por muito tempo a marca estava mais associada às grand-dames do que às jovens trendsetters. Usar um Valentino era poder permear pelo mundo do luxo e da alta costura, envelopada no crème de la crème da moda internacional.

Passados alguns anos a marca levou seu glamour a uma turma de meninas descoladas que sabem muito bem o que querem. Olhares atentos começaram a ver os famosos scarpins desfilando pelas semanas de moda internacionais, fazendo dobradinha com as clutches multicoloridas, também da coleção Rockstud.

Em meio a esta digamos, abertura da marca, rumo à conquista do Street Style, não é de se estranhar que os óculos tenham ganhado força conquistado seu espaço (literalmente) ao sol. O ensaio a seguir mostra esta nossa figura feminina, audaciosa, e confiante no seu habitat.

A narrativa gira em torno da ocupação do espaço. Da criação dos diálogos que construímos com um simples olhar, e como os óculos são players principais quando visamos construir alter egos e personagens quando ninguém está olhando, ou quando queremos chamar a atenção usando de artefatos que as mulheres dominam tão bem.

Da mesma forma como a Valentino se apropria de shapes icônicos a lá Jackie O e o eterno aviador, e os reinventa, adequando-os à moda atual, nós também nos permitimos apropriar de um espaço onde a arte é cultuada, para inserir nele nossa personagem que flutua, brinca, e passeia como se estivesse sozinha, flertando com as telas.

*** PROMOÇÃO ENCERRADA***

Temos uma vencedora, parabéns Beatriz. Queremos te ver mostrando o que você tem de melhor com seu novo melhor amigo no rosto 🙂

Gostou? Quer entrar para este universo temático cheio de atitude e feminilidade? Então vamos lá… Nós do BTE junto com a Marchon Brasil queremos saber como um óculos Valentino pode te ajudar a enaltecer o que você tem de melhor.

Para participar basta responder, no final desta página, na seção LEAVE A REPLY. O autor da melhor resposta vai levar para casa um mega presentão, para fazer do mundo sua passarela: um óculos de sol Valentino A/W 2016. O resultado sai dia 29 de janeiro aqui mesmo.

Veja o regulamento neste link.

Siga a Marchon no Instagram e no Facebook para ficar por dentro das novidades.

 

Boa sorte!

Detalhes

Olhar: Tatiana Viana (@tativiana1)

Modelo: Clarissa Wagner (@clarissawagner)

Cenário: Blau Projects (@blauprojects)

Exposição: Bruno Drolshagen 

 


Já assistiu?
This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.

Tem mais