Moscot Archives | By The Eyewear
Óculos anos 80

Os anos 80 foram divertidos e notáveis em maneiras. No que diz respeito aos óculos: muitos redondos e ovais.

Nosso segundo editorial comemorando o 50º aniversário da Silmo traz Giulia de Martin usando um elegantérrimo @CutlerAndGross e um very vintage Sol Amor. Este primeiro é parte da Coleção Heirloom e foi relançado em comemoração ao 45º aniversário da sua primeira loja emblemática Knightsbridge, representando um dos marcos da marca. Ela também escolheu um modelo da Sol Amor 1946, que ressurgiu das cinzas para revisar a vibe vintage com tecnologia atual.

Jen nos mostra as linhas limpas da Daniel Hechter Eyewear, o design divertido e quase kitsch da Pierre Eyewear e o toque tecnológico da O-Six.

Martin Graf, chiquérrimo como sempre, escolheu silhuetas simples e atemporais. O primeiro é de Clement Gouverneur. A forma metálica pequena (forma clássica dos anos 80), quase industrial, é uma obra-prima de Matsuda. Outra das suas escolhas é um par tartaruga com ponte alta da Smoke x Mirrors. Por fim, com suas linhas limpas e curvas suaves, o JASPER da @MOSCOTnyc é contemporâneo e moderno.

Miguel Mazón, também colaborador do blog Laespejuelos, incorporou híper bem a vibe street dos anos 80. Um retorno aos 80 para o designer de óculos Jean-François Rey, que celebra 30 anos de criatividade com uma linha exclusiva entitulada: 1985. Para esta ocasião única, o designer francês optou por reeditar seus óculos de prescrição mais emblemáticos e óculos de sol da década de 1980, respeitando fielmente os desenhos originais. Este modelo de estilo retro “California” de @myjfrey é um modelo redondo perfeito que combina metal dourado e acetato de tartaruga. Sua outra escolha, Plus Eyewear, é muito mais simples, mas divertida e industrial, elegante para homens discretos.

Em busca do óculos perfeito em NYC

Amantes de armações bem-vindos a  Nova York!

Nesta cidade elegante (sou suspeita para falar porque sou enlouquecida pelas luzes, promessas e barulhos de Manhattan), e em constante movimento, você encontrará uma seleção de lojas com modelos espetaculares  que vão destacar tudo que você tiver de melhor. Vá com calma, desfile, aproveite, desfrute das armações. A primeira impressão é a que fica, e o que vai sobre seu nariz é seu cartão de visita…por tanto, invista nas armações!

Surreal

Oleg Rabinovich, dono da loja, (sorte sua se conseguir ser atendido por ele), se considera um consultor muito mais que um vendedor. E a Surreal é um espaço curatorial, vitrine para modelos únicos, designers independentes e modelos vintage. Dentre o portfolio estão Kuboraum, Dzimtry Samal, FACE a FACE, Theo e Anne et Valentine. A Surreal lançou recentemente uma linha própria, interessante (não tão fabulosa quanto as demais peças em exposição).

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Yelp

 

 

Selima Optique

Selima Salaun é uma mulher elegante e sensível. Aquelas que ficam sentadas em um canto e te observam, por longos momentos antes de abrir a boca. Ela acredita que os óculos devem ser um reflexo da personalidade, e por isto ela leva muito a sério o momento da escolha. Ela e seu time sentam, conversam, e buscam entender o perfil dos clientes antes de sugerir peças com base nas regras de formatos de rosto, tom de pele, etc etc. Os modelos da linha Selima Optiqe são a prata da casa.

 

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Cortesia da Selima Optique

 

Fabulously Fanny’s

Fanny’s é um parque de diversões. A loja traz uma seleção incrível de peças vintage que datam (algumas) do século 18 e passeiam pela história até chegarmos às peças avant garde. Os óculos não estão expostos como tradicionalmente esperamos, ao contrário dos armários de vidro e prateleiras intocáveis, os óculos moram em armários e gavetas devidamente identificados. Os clientes devem se sentir em casa. São estimulados a sentar e buscar os óculos com calma, fuçando os arquivos, experimentando, enquanto conversam com os funcionários da loja. Vá à Fabulously Fanny’s, mas vá com bastante tempo, vai valer a pena.

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Cortesia da Fabulously Fanny’s

Moscot

Moscot é um ícone de Manhattan. A marca e loja são parte da história da ilha, cujas raízes datam de 1899. Hoje são três lojas em Manhattan e uma linha ótica que conta com best-sellers como The Moscot Originals, Moscot Spirit, e Moscot sun Collections vendidos em lojas ao redor do mundo. O modelo dobrável Moscot Lemtosh virou clássico dentre os hipsters.

 

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Divulgação

 

Facial Index

Ode ao desenho avant-garde. Neste espaço clean, zen, e contemporâneo, que muito se assemelha a um loft está uma joia japonesa em plena Manhattan. A loja traz marcas japonesas todas com design simples (à primeira vista), mas com a tecnologia e caimento dignos do país do sol nascente. Destaque para os acetatos coloridos da marca Spivvy, e os modelos tartaruga esculpidos à mão da Taihachiroh-Kinsei. Os modelos são produzidos em poucas quantidades então a chance de encontrar outro passeando por aí é quase nula.

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Divulgação

 

Morgenthal Frederics

A Morgenthal é uma loja bem nova iorquina. Sempre que entro aqui me sinto de fato em Manhattan. Os atendentes têm fichas com os dados dos clientes e detalhes de suas compras recentes (sofisticado, coisa que não vemos mais por aí). A seleção é muito bem feita, e muitos designers fazem peças exclusivamente para a Morgenthals. O que mais gosto nesta loja é a linha de óculos de chifre de búfalo esculpidos e tingidos à mão. Elegantérrimos.

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Studio Viz

 

Cutler and Gross

O segredo mais bem guardado de Manhattan. Imagine entrar no closet de um #Specsaddict. Sonho, né? A loja do Soho da Cutler é isso. Um closet gigante, com prateleiras que vão até o teto, forradas com óculos, todos separados por cor. A vitrine que dá para a rua não faz jus à grandeza e à delicia que são entrar nesta loja. Aqui estão todos os modelos da Cutler em circulação. Os vendedores são maravilhosos, pacientes, e muito bem treinados na arte de escolher um óculos que seja perfeito para o cliente, e não para bater meta. A pérola da loja fica atrás do caixa. Um museu com os designs dos anos 60 até meados dos anos 90, que não são mais fabricados. Pasme, todos a venda.

Em busca do óculos perfeito...

Foto: Oleg March

 


Já assistiu?
Tem mais