WWD Archives | By The Eyewear
Thom Browne eyewear 2017

Thom Browne fez mais um happening durante a semana de moda de NY. Desta vez ele trouxe a vibração de Palm Beach dos anos 60 para Manhattan, e o fez em grande estilo, no melhor clima: sonho de um dia de verão, em pleno Chelsea.

De acordo com uma entrevista publicada no site WWD, Browne queria criar uma atmosfera: “Slim-Aarons-encontra-David-Hockney-encontra-fun-pool-party”, referenciando o mood lânguido capturado por Aarons em suas famosas fotos em Palm Beach.

Esta foi a pool party mas plástica, geométrica e milimétricamente calculada que já existiu. Não houve nenhum respingo ou fios fora do lugar. Os biquínis, eram obviamente de cashmere, afinal, why not? Trompe l’oeil foi literalmente trabalhado em todas as peças. O que à primeira vista pareciam ser saias, camisas, ternos e casacos divinamente sobrepostos, revelaram-se peças únicas, bordadas com todo efeito e precisão de um mestre do ilusionismo.

O que nos leva ao óculos de sol: Um show dentro do show.

Todas as modelos (sim, todas) entraram de óculos e enquanto despiam as demais peças para revelar camadas e subcamadas, os óculos permaneceram deslumbrantes em seus rostos. Os modelos foram desenhados especificamente para este desfile, e trouxeram a maestria técnica de Thom Browne, conhecido por trabalhar muito bem metais e lentes base zero, à cena.

Se as roupas eram românticas e tinham aquele apelo vintage, as armações eram inusitadas e bem vanguardistas. As lentes todas espelhadas, e a brincadeira maior se deu nos recortes, e apliques tanto nas frentes como nas hastes que referenciavam diretamente elementos do oceano, como: peixes, baleias, âncoras, e boias. Pura diversão!

Bravo!

Day 1

Começou a temporada do #NYFW

Como acontece todos os anos, os fashionistas, os blogueiros e os wanna bes, os trensetters e trend hunters, juntam todas as suas melhores peças, roupas mais esquisitas, acessórios e statement pieces’e os levam para desfilar, seja nos front rows ou nas ruas de Manhattan.

Day 1: Street Style é uma moda à parte. E é tão divertida quanto o que acontece nas passarelas oficiais.

Ainda está quente em NY, então as jaquetinhas ficaram em casa e abriram espaço para as saias mídi, regatas, franjas, listras e pois. A chuva não impediu que fashionistas fossem fotografados, e fez do trench coat e dos guarda chuvas, acessórios chave. O tempo nublado impediu (coisa chata) alguns de usar óculos, mas quem tem estilo não liga para isso!

Novidade deste ano: Os desfiles não estão mais concentrados no Lincoln Center, o que significa bater muita perna entre um desfile e outro, os quais podem acontecer desde o Soho até Mid Town. Sorte nossa, pois temos mais chance de flagrar “who’s who” caminhado apressados, com celulares à mão, como se nada fosse, rumo aos eventos.

Amanhã tem mais.


Já assistiu?
Tem mais